Vibe Z, novo aparelho LTE 4G da Lenovo

Enquanto o mercado de PCs só faz diminuir, o de aparelhos móveis só faz crescer. As maiores empresas de tecnologia do mundo perceberam isso e garantiram o seu lugar nesse mercado, lê-se Google e Microsoft. Mas, apesar do atraso, algumas outras também estão chegando. Uma delas é a Lenovo, que anunciou nesta sexta-feira (3) o lançamento do Vibe Z, um smartphone ultrafino que marca a estreia da empresa no mercado de aparelhos LTE 4G. Sim, ele é um puta aparelho com uma tela enorme, uma câmera ótima, equipado com um snapdragon 800 e carrega como sistema operacional, o Android 4.3. Ele competirá diretamente com os principais smartphones TOPs do mercado, como o Moto X, Lumia 1020, Galaxy S4, iPhone 5s e LG G2.

Lenovo Vibe Z

Características do Vibe Z

O aparelho já vem de fábrica com um programa de aperfeiçoamento de fotografias integrado ao hardware, que permite trazer uma experiência ainda melhor para quem gosta de fazer fotos. Além de um design elegante, ótimo desempenho e LTE 4G.

Especificações técnicas

• Display de 5,5 polegadas com resolução 1080p
• Processador Snapdragon 800 de 2,2 GHz
• 2 GB de memória RAM
• Sistema operacional Android 4.3 (Jelly Bean)
• Espaço interno de 16 GB para armazenamento de arquivos
• Câmera traseira com sensor de 13 megapixels

Séries S e A

A Lenovo anunciou também o S930, aparelho com tela de 6 polegadas voltado às pessoas consumidoras de conteúdos multimídia. Isso nos faz levantar a pergunta que todos devem estar pensando, até onde vai o tamanho da tela desses aparelhos? A Lenovo lançou também o S650, dispositivo com display de 4,7 polegadas e o A859, com 5 polegadas. Ou seja, ela faz o que a Samsung já vem fazendo a um tempão, disponibilizar os mais diversos aparelhos, dos mais diversos tamanhos com os mais diversos preços.

Preço Vibe Z

O Vibe Z deve ser lançado em fevereiro e está restrito inicialmente aos principais países orientais, como Indonésia, Malásia, Tailândia, Arábia Saudita, Filipinas e Emirados Arábes Unidos. A expectativa é que o produto seja vendido por um preço equivalente a US$ 549.

Via: www.engadget.com

Veja mais: , ,
  • Luis Felipe

    Medo da que a Lenovo pode fazer com a Motorola. Eu fiquei muito feliz quando a Motorola valorizou tanto o mercado brasileiro ao ponto de lançar o Moto G em São Paulo e o Brasil ser o primeiro país a ter o Moto G comercializado. Agora, que está com a Lenovo, tomara que ela não feche os lançamentos apenas para os países orientais, com ela costuma fazer.

    • Eu penso justamente o contrário. A intenção da Lenovo é penetrar no mercado ocidental, por isso a aquisição. Mas uma coisa que eu notei é que a Motorola tava meio largada, ela levou dois anos para lançar aparelhos feitos inteiramente na era Google, lê-se Moto X e Moto G. Acho que a Google comprou a Motorola apenas pelas patentes e simplesmente a largou no canto.