Tela Retina – Falem o quanto quiser, mas só o iPhone tem

A Tela Retina foi a primeira tela em alta definição lançada no mercado. A quantidade de pixels é tão grande que a uma pequena distância é impossível o olho humano notar a sua existência. A Tecnologia Retina, que equipa os novos aparelhos da Apple, torna as letras de textos mais claras e nítidas, e as imagens ficam muito mais realistas. Confira nas próximas linhas o que a tecnologia traz aos consumidores e como ela impacta na forma como utilizamos os nossos aparelhos e nossos olhos.

Tela retina – Retina Display

A Tela Retina é a tecnologia de telas LCD da Apple e que torna o olho humano incapaz de enxergar os pixels quando as imagens são colocadas a uma distância de 12 polegadas (cerca de 30 centímetros) dos olhos. A tecnologia foi desenvolvida pela Apple e é fabricada em parceria com a LG.

Retina iPhone

O olho humano

O olho humano não consegue distinguir um ponto do outro, notar a existência dos pixels, quando está diante de uma densidade de 300 pontos por polegada a uma distância de 30 centímetros ou maior. Pensando nisso a Apple decidiu lançar no mercado uma tela capaz de enganar nossa visão, surge então a supracitada Retina Display.

Tela retina

Hoje a tela retina equipa aparelhos como o iPhone, MacBook, iPod e também iPad. E o iPhone 5, assim como o iPhone 4S. Possui uma densidade de tela equivalente a 326 ppi (Pixel por polegada). O iPhone deve ser usado a uma distância de mais ou menos 12 polegadas dos olhos para uma melhor experiência.

Tela Ecram Retina macBook

Exagero?

Entretanto, alguns especialistas afirmam que a tela retina é um exagero de marketing. Apesar da a Apple afirmar que a tela retina apresenta uma quantidade de pixels maior que o valor máximo que a retina humana consegue detectar, Raymond Soneira, presidente da DisplayMate Technologies, informou que à revista Wired em entrevista, que a resolução da retina humana a uma distância de 305 mm (12 polegadas) é de não menos que 477 ppi. Maior que a densidade das telas da Apple.

Veja mais: , ,