Sony

Sony no vermelho e aparelhos mais baratos

sony

Como foi recentemente divulgado, a Sony pretende vender cerca de 34 milhões de smatphones em 2013. Isso por causa da situação financeira da empresa que não anda lá as mil maravilhas. Como uma forma de tentar se recuperar desse momento de dificuldade ela lança uma meta para chegar perto do valor mencionado anteriormente, que segundo seus representantes seria o suficiente para que ela se estabilize. Se ela vender esse número de aparelho, se colocará como a terceira maior empresa no mercado de celulares no mundo. Atrás apenas da Apple e da Samsung que recentemente tomou a posição da Nokia como a primeira colocada no ranking mundial.

Celulares mais baratos

O que isso implica na nossa vida? Tudo! Como uma meta foi estabelecida o que é provável de acontecer é que os seus aparelho saiam a um preço mais competitivo. E cheguem mais baratos ao consumidor final, pelo menos em tese seria isso. Então um aparelho top de linha como o Xperia Z ou um mediano com o próprio Xperia J, que já vai chegar ao Brasil através de um acordo entre a empresa Japonesa e a Claro, seriam ótimas opções de aparelhos para se comprar, já que eles apresentam especificações bem elevadas por um preço muito mais acessível.

Venda do “City Osaki”

Os que vêm acompanhado a história da Sony nos últimos anos, percebeu que ela está vivendo um momento de dificuldade financeira. No dia 28 de fevereiro foi publicado uma nota no site da empresa revelando detalhes sobre a venda do imponente “City Osaki” prédio usado como escritório da empresa no Japão, por cerca de 110 bilhões de ienes, cerca de 1,2 bilhões de dólares ao Nippon Building Fund Inc. Apesar da venda a Sony permanecerá no edifício por cinco anos, depois de um acordo de arrendamento que foi negociado separadamente.

City Osaki

Sede de Nova Iorque também será vendida

Além da venda do “City Osaki” A Sony também negociando a venda da sede da empresa em Nova Iorque, situada no centro de Manhattan na 550 Madison Avenue. Atualmente ela negocia com o Grupo Chetrit. A venda do prédio da Sony, que foi comprado da AT&T em por cerca de 236 milhões de dólares, será vendido por uma “bagatela” de US$1,1 bilhão. A Sony permanecerá no prédio por pelo menos três anos após a finalização da venda. Com a transação comercial a empresa japonesa pretende ter recursos de caixa líquido de 770 milhões de dólares. A conclusão das negociações estão previstas ainda para a metade desse mês de março.

sede sony nova iorque

A empresa japonesa enfrenta um momento de dificuldade. O reflexo dessa crise, talvez seja sentido pelo consumidor final através da aquisição de aparelhos mais baratos, pelo menos em tese. Particularmente gosto muito dos produtos da Sony e tomara que ela se recupere, afinal boa parte  de produtos inovadores em tecnologia, não só celular, mas de entretenimento de uma forma geral como aparelhos de Home Cinema, são lançados por ela. Vimos que ela tem seguido a tendência das telas em Ultra HD, lançando aqui no Brasil a primeira TV Ultra HD e tem se saído bem no ramo dos smartphones.

Tags: ,