Linux Kernel 4.10 oficialmente lançado com melhor suporte a hardware

Depois de sete semanas de trabalho e 13000 commits foi anunciada nesse domingo 19 de fevereiro a versão 4.10 do Kernel mais popular do mundo. Esta versão, como era de esperar, recebeu melhorias no que diz respeito ao suporte de hardware tanto de componentes que já vinham gerando dor cabeça aos usuário, como as placas da NVIDIA; quanto a equipamentos que ainda nem foram oficialmente lançados no mercado, como os novos processadores AMD Ryzen.

Quais são as novidade presentes no Linux Kernel 4.10

Entre os novos recursos do Linux está o suporte ao Intel Turbo Boost Max 3.0, que permite que os núcleos de CPU’s compatíveis alcancem frequências mais altas. A nova tecnologia identificando o núcleo mais rápido do seu processador e direcionando a carga mais crítica para ele. Essa abordagem resulta num desempenho de encadeamento até 15% melhor. O Kernel 4.10 também oferece suporte ao Intel Cache Allocation Technology (CAT) que permite a partição do cache de processadores mais recentes.

Linux code editor

O Linux Kernel 4.10 vem com várias melhorias no quesito sistema de arquivo. Ele eles o  EXT4, F2FS, XFS, OverlayFS, NFS, CIFS, UBIFS, BEFS e LOGFS.

Questão de Drivers no Linux

O suporte à arquitetura ARM foi melhorado e muitos drivers foram atualizados, especialmente para as GPUs AMD Radeon, Snapdragon 808/810, Huawei Nexus 6P, LG Nexus 5X, Pine64 e Droid 4.

Quem utiliza Linux sabe que a NVIDIA não dá muita atenção para o desenvolvimento de drivers para pinguim. Esse desinteresse acabou gerando um icônico episódio onde Torvalds, durante uma conferência, mostrou o dedo do meio para a companhia. Ele explicou que que a empresa não faz nem o mínimo para que os seus equipamentos funcionem em sistemas livres. Apesar do episódio, parece que já fizeram as pazes. A NVIDIA contribuiu para que o sistema oferecesse suporte ao então chip móvel da companhia, o Tegra K1.

A velha polêmica Nouveau

Voltando para 2017, a versão mais nova do Kernel traz melhorias no driver livre Nouveau, que é quem controla as placas NVIDIAS em um ambiente livre de código proprietário. Os drivers Nouveau praticamente não foram tocado na versão 4.9. Entre as melhorias está uma reestruturação do driver para que tenha um desenvolvimento mais suave no futuro.