Será o fim do AdBlock no Google Chrome? Entenda a polêmica

AdBlock - Usar ou Não
Publicado por Alexandre

As grandes empresas que veiculam anúncios direcionados na internet levaram um tempo até perceberem que os anúncios de baixa qualidade representavam uma ameaça ao ecossistema de publicidade online. Essa baixa qualidade nos anúncios, geralmente em sites de notícias falsas e spammers, forçavas os usuários as se valerem de plugins que bloqueavam completamente todos os tipos de anúncios, incluindo aqueles trabalhados para serem o menos intrusivo possível. Nesse contexto, emergiu como o grande salvador dos usuários desamparados o AdBlock, um plugin para Google Chrome que promete limpar o navegador dos internautas de banners, pop-ups, scripts de rastreamentos e, inclusive, proteger o computador dos usuários contra vírus.

AdBlock e o AdBlock Plus

A ideia do AdBlock não é nova. O seu criador, Michael Gundlach, se baseou em um plugin para Firefox chamado de AdBlok Plus, disponível na página de extensões do Firefox desde 2006. Navegadores como o aposentado Internet Explorer, Microsoft Edge e até o Chrome suportam o AdBlockPlus.

O criador do AdBlocker, Michael Gundlach

Michael Gundlach,criador do AdBlock

 

Usar ou não usar bloqueadores de anúncio no Chrome ou Firefox?

Os bloqueadores de anúncios são verdadeiras maravilhas da engenharia de software. Eles tornam a nossa navegação mais rápida, diminui o consumo de dados, prolongam a vida da bateria dos nossos dispositivos e até nos protegem contra pragas virtuais em sites de quinta, que veiculam anúncios perigosos. Mas isso tem um custo. E um custo bem elevado. De onde os websites irão tirar o dinheiro para se manterem ativos enquanto produzem conteúdo gratuito?

Coalition for Better Ads, uma iniciativa necessária

Mas parece que uma solução foi encontrada e ela partiu do Google, junto com uma dúzia de empresas que veiculam publicidade on-line. O Google, junto com seus parceiros, criou o Coalition for Better Ads, que reúne uma lista de padrões de publicidades que visam diminuir a adesão de bloqueadores de anúncios.

Adblock Chrome

Chrome com bloqueador de anúncios nativos

O Google Chrome será o primeiro navegador a vir com um bloqueador de anúncios nativo que bloqueia publicidade que não segue os padrões sugeridos pela Coalition for Better Ads. Os webmasters também têm acesso a uma ferramenta no Google Search Console que permite verificar se um determinado site é compatível com a iniciativa ou não. E assim, ajustar o modelo de rentabilização adotada visando uma melhor experiência de navegação do usuário.

Com essa abordagem as empresas conseguem barrar as publicidades negativas e assim diminuir o impacto da alta adesão aos bloqueadores de anúncios atuais.