Como baixar e instalar aplicativos da Uptodown no Android

O Uptodown é um site que permite o download de aplicativos .apk para dispositivos Android, semelhante ao APKMirror. Porém, além de aplicativos Android é possível baixar programas para Windows, apps para iOS e até imagens de instalação de sistemas operacionais. Ou seja, é uma espécie de Baixaki gringo.

O site surgiu em 2002 na Espanha e contabiliza mais de 90 milhões de visitas mensais. O Uptodown está disponível em 14 línguas diferentes e 80% de todo o tráfego é gerado por pessoas a procura de aplicativos para Android.

Formas de baixar aplicativos do Uptodown

É possível navegar pelo catálogo de aplicativos na versão web do Uptodown, mas é possível também instalar a loja como se fosse um Google Play. Basta seguir as instruções clicando aqui.

  1. Para baixar qualquer aplicativo da Uptodown no Android, inclusive o aplicativo da loja, é preciso ativar a opção de fontes desconhecidas. Vá nas Configurações do seu aparelho > Segurança > Fontes desconhecidas. Veja aqui como ativar fontes desconhecidas no Android Oreo.
  2. Em seguida baixe o aplicativo pretendido do catálogo, os arquivos baixados da web vão para uma pasta chamada Download. Você pode usar o gerenciador de arquivo para navegar até a pasta onde o arquivo foi baixando, toque nele.
  3. Finalmente, toque em instalar e siga as instruções.

Se o processo de instalação de aplicativos manualmente for oneroso, é possível baixar a loja do Uptodown, como já foi mencionado anteriormente. Com ela é possível visualizar a descrição completa dos aplicativos e ter acesso às capturas de tela.

Uptodown App captura nativa

É possível também baixar o código fontes dos aplicativos. E, com uma função parecida com a do APKMirror, agora é possível baixar versões anteriores de aplicativos do catálogo. Que é ótimo quando uma atualização remove alguma funcionalidade do App que nós gostamos ou quando ela simplemente buga e não quer mais funcionar.

Sinta-se livre para nos contar sobre sua experiência dom o Uptodown nos comentários.

Tópicos:

,