Avast! Free Antivírus ou Windows Defender?

Por muito tempo eu considerei o Avast Antivírus um programa ruim. Isso se deu por conta de um falso positivo que aconteceu comigo ainda quando eu usava o Windows XP. De lá pra cá a ferramenta evoluiu muito, mas paralelamente a Microsoft vinha trabalhando no Windows Defender, depois no Microsoft Security Essencial e mais recentemente o retorno do Windows Defender, dessa vez como um programa de proteção completo para Windows 8 e 10. Eu não gostava da ideia de trocar o programa de proteção padrão do sistema por um de terceiro, por acreditar que tal mudança pudesse, mesmo que em menor escala, acarretar na diminuição de desempenho: retardar o boot, consumo de recursos exagerados quando rodando no background e até na verificação de ameaças.

Problema com o Windows Defender

Tudo mudou quando eu enfrentei um problema com o Windows Defender no Windows 10, por algum motivo ele periodicamente consumia quase 100% do uso de disco, tornando o computador lento. Tentei algumas soluções com o pessoal que frequenta o Microsoft Community e nada funcionou. Decidi então adotar o um novo antivírus gratuito, mas que fosse decente. Depois de pesquisar bastante e ler algumas análises, o Avast! Free Antivírus foi um dos candidatos a substituto.

Avast Nitro Update

Meus olhos brilharam quando eu descobri que eles lançaram uma atualização chamada de Nitro Update, que diminuía o impacto do peso do antivírus em cima do sistema. De acordo com o AV-Comparatives, depois da atualização, o Avast tinha metade do impacto que o Windows Defender tinha na máquina. Só isso já era suficiente para ao menos experimentar. Fora as ferramentas como SafeZone Browser, um navegador que adiciona umas camadas extras de proteção para acessar sites de bancos; varreduras na rede doméstica atrás de falhas conhecidas e o CyberCapture, que isola um arquivo desconhecido e pode criar um canal de comunicação com o usuário sobre essa nova ameaça. Depois de mudar para o Avast, acho que dificilmente irei migrar para um outro software antivírus.

Avast Nitro Update

Download

Se você se interessou pelo Avast! Free Antivírus pode fazer o download aqui. O que achou? Deixe o seu comentário.

  • Alexsandro Silva

    propaganda pro avast, ele ganha a versão a paga do avast a cada 7 instalações a partir deste link, o melhor antvirus free para windows 8 e 10 é o windows defender.

  • Marcelo Henrique Rodrigues Rei

    Antivírus de um modo geral não é necessário. Vírus são programas que visam dificultar o acesso do usuário ao sistema operacional. Isso ocorreu entre a época que o Windows XP até a época Windows 7 foi lançado.
    O Windows XP era vulnerável aos vírus, aos cavalos de Tróia e outras pragas. Com a evolução o Windows 7 ficou imune aos vírus e aos Cavalos de Tróia. Atualmente o que preocupa o usuário são os hackers, mas essa modalidade de praga cibernética afeta somente quem utiliza dados pessoais como números de CPF, RG, cartão de crédito.
    Uma modalidade de praga que não causa danos, porém incomoda é os programas potencialmente indesejáveis. Essa modalidade não tem proteção de antivírus que resolva porque muitas vezes é o próprio usuário que, para baixar um vídeo ou um programa, que permite a instalação

    • Roberto

      Cara, discordo de você. Se estivesse falando de Linux eu até poderia concordar, mas o Windows é sabidamente frágil. Os antivírus de hoje não apenas detectam a presença de vírus, mas analisam o comportamento da máquina em busca de comportamentos anômalos que indicariam uma invasão. É claro que com a evolução dos sistemas operacionais o uso de softwares de antivirus vem perdendo a importância, mas ele ainda não deixou de ser uma peça essencial na segurança das máquinas.