O que acontece com sua vida digital depois de sua morte?

Por -

O que acontece com as nossas contas nas mídias sociais quando morremos? O nome de todos esses dados que geramos e que já não somos mais responsáveis por estarmos mortos é legado digital pós-morte. Que na verdade é a soma de tudo aquilo que deixamos na web quando passamos pro andar de cima. A resposta pode parecer obvia e ela tem duas possibilidades. A primeira e mais comum para o conteúdo que foi publicado em sites ou blogs que requerem domínio e hospedagem pagos certamente é desaparecer, já que com o falecimento do proprietário não será mais possível pagar as contas dos servidores, a menos que os familiares arquem com as despesas e continuem pagando por eles. Entretanto, mesmo com o cancelamento do serviço de hospedagem e expiração do domínio, é possível acessar o conteúdo que um dia esteve lá. O http://archive.org/web/ é um site que armazena o conteúdo de websites para mantê-los sempre disponíveis, mesmo que o site tenha saído do ar. A outra possibilidade é quando esse conteúdo digital é publicado em redes sociais que não cobram pela utilização. Esse conteúdo fica por tempo indeterminado até que alguém autorizado os gerencie ou a empresa responsável pelo serviço decrete falência, que nos leva de volta a possibilidade um.

Legado digital pós-morte

A questão principal é o fato de não haver mais ninguém para gerenciar o conteúdo da conta da pessoa que se foi. Se algum familiar souber a senha, pode apagar esse material digital ou transformá-lo num memorial. Mas qual o desejo da pessoa falecida? Pensando nisso uma empresa americana que é especializada em criar testamentos, vontades para propriedades digitais, lançou o Legacy Locker, um testamento em que o dono do conteúdo diz o que deve ser feito com seus “bens digitais”.

O gerenciamento dessas informações

Olhando um pouco o site da Legacy Locker, faz muito sentido o que eles afirmam. O seguros, previdência e outros sistemas protegem o que é seu: seu carro, seu dinheiro, sua casa e garante que se alguma coisa acontecer a você, seus familiares receberão partes de cada bem. Mas o que acontece se algum desses bens for uma página no Facebook ou uma conta no Twitter?  Enquanto ainda não existe uma legislação específica para esse tipo de coisa, muitas vezes ficamos sem saber o que fazer, contratar um advogado ou tentar entrar em contato com a empresa fornecedora do serviço.

Mas e se você não quiser que ninguém acesse suas informações pessoais, como e-mail e mensagens do Facebook? A Legacy Locker também protege sua conta da sua esposa ou qualquer outra pessoa mal intencionada. Cerca de 3 usuários do Facebook morrem a cada minuto, equivalente à 1,78 milhões de mortes em 2011. O que fazer com as informações confidenciais? Tudo aquilo que você não queria que seus pais e familiares vissem? Algumas pessoas pensam, que se dane, vou estar morto mesmo, mas outras quererem uma passagem em paz e não gostariam que tais informações fossem reveladas.

Veja essa animação, em inglês, que conta um pouco do que acontece com sua vida digital depois da sua morte. Muito interessante!

E então, qual será o seu legado digital pós-morte?


Alexandre

Estudante de engenharia, 21 anos e geminiano, um prato cheio para quem acredita nessas bobagens. Aprendi que conhecimento se obtém com a experiência, que a idade fica na cabeça e horóscopo, bom... Nunca acreditei em horóscopo. Perfil do Google+

Postagens Relacionadas