Compras via smartphone impulsionam o e-commerce nacional

Por -

Este artigo foi produzido pela equipe Cashola, especialmente para o blog SmartMundo.

A venda de smartphones bateu recorde em 2013, fechando o ano com mais de 30 milhões de aparelhos vendidos – segundo a consultoria especializada IDC – e 2014 tem tudo para bater esse recorde. Com o grande número de smartphones circulando, não demorou ao m-commerce (comércio mobile) ganhar relevância em território nacional e virar a grande aposta do comércio online.

Além da popularização dos smartphones, outros fatores podem ser apontados como impulsionadores do m-commerce, como a facilidade de pagamento e o aumento da confiança dos consumidores no comércio virtual. As lojas também têm colaborado para o crescimento desse mercado, adaptando seus sites para celulares e tablets, disponibilizando ofertas específicas para o público mobile e ainda criando seus aplicativos próprios, que proporcionam uma experiência de compra ainda melhor e mais eficiente.

App para e-commerce Submarino

O Submarino, por exemplo, é um e-commerce que aposta cada vez mais no comércio via smartphone. Seu app é um dos mais populares na categoria “compras”, e bem avaliado pelos consumidores. Através dele o usuário pode comprar com apenas um clique, aproveitando ofertas exclusivas ou pode economizar ainda mais comprando pelo site Cashola, que oferece cupons de desconto para a loja.

O Cashola oferece também uma porcentagem do que o cliente gastou na loja de volta, o cashback, mas para beneficiar-se dessa forma de economia ainda não é possível utilizar smartphone ou tablet. O usuário precisa realizar a compra por meio do computador, já que todo o processo de rastreamento ocorre através de cookies que são acionados apenas quando a compra ocorre em um navegador de desktop e não em aplicativos mobile – mas isso vai mudar logo logo!

Para que o m-commerce emplaque de vez ainda são necessários alguns avanços, principalmente nos serviços de internet 3G e 4G. Com uma conexão mais rápida e estável, acredita-se que a confiança do consumidor irá aumentar e tornar esse comércio verdadeiramente ágil – segundo um estudo do Google, 32% dos brasileiros apontam o carregamento lento como principal barreira para comprar pelo aparelho celular.

Você já realizou algum tipo de compra via smartphone ou tablet? Divida com a gente sua experiência!

Crédito das Imagens: Submarino e Daniel Foster.


Alexandre

Estudante de engenharia, 21 anos e geminiano, um prato cheio para quem acredita nessas bobagens. Aprendi que conhecimento se obtém com a experiência, que a idade fica na cabeça e horóscopo, bom... Nunca acreditei em horóscopo. Perfil do Google+

Postagens Relacionadas